quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

a vida parou... por agora

o nosso natal parou ontem às 10h30.
espero, com todas as minhas forças, encontrá-lo amanhã por volta desta hora, numa casa quentinha, a cheirar a rabanadas e a bacalhau cozido, com a família sentada à mesa - os putos podem andar a brincar- e um copo de vinho bem cheio. 


quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

carta ao pai natal

com o aproximar dos anos do joão e do natal, comecei a explicar-lhe que podia escolher duas ou três coisas para receber, para as pessoas que gostam dele lhe darem.

começou por achar estranho e testou-me:
- 'posso pedir um carro?
- podes.
- posso pedir um dinossauro?
- podes.
- posso pedir um lego?
- podes, podes pedir o que quiseres.
- posso?
- podes, o que quiseres.'

e lá se foi habituando à ideia.
passaram o anos e eu geri mais ou menos os presentes. a cozinha, os binóculos, carros e carrinhos.

mas para o natal ele tem as ideias muitos definidas: um carro e uma mota da polícia.
é isto há mais de três semanas, por isso está mesmo decidido.
eu também não sou parva e é óbvio que não lhe mostrei catálogos de brinquedos e que os anúncios estúpidos da televisão são banidos. não vamos baralhar esta linda cabecinha pequenina.

assim, seja, um carro e uma mota da polícia.
quem está para lá de contente é o pai porque já começou a comprar playmobil. ah, bem-vindo ao mundo encantado dos rapazes...

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

calendário de advento

este ano queria mesmo instituir a tradição do calendário de advento. 
nada de janelinhas com chocolates ou brinquedos de plástico-sem-interesse. queria mesmo dar sentido a isto, com brincadeiras, memórias, desafios e mimos, claro.

pesquisei um bocadinho e encontrei várias ideias giras para espalhar pelo mês de dezembro e apesar de estarmos a aldrabar um pouco a coisa - ainda bem que o joão ainda não sabe ler!, já consegui que todos os dias ele procurasse a carta que o pai natal deixou e nos viesse mostrar todo entusiasmado. abre-a e vê os desenhos e depois dá-nos para nós dizermos o que se vai passar nesse dia. depois ele vai guardando todas para mostrar ao pai natal no dia de natal, ideia dele.

já sabe que na véspera de natal vamos deixar leite e bolachas junto à chaminé, já sabe que o presépio tem um burro e uma vaca, e «o zé e a maria e um bebé.». já sabe que vai escolher brinquedos para dar a meninos que não têm: «puquê, mãe? puquê não têm binquedos?». já sabe que vai fazer um pic-nic junto à árvore de natal, já fez o jantar com pai, já escolheu a roupa para vestir - camisola do faísca, óbvio!, entre outras coisas. claro que já comeu dois chocolates, faz parte.
ainda vamos comer gelados e castanhas, fazer pizzas, ir à floresta dar comida aos animais, (vamos ver se conseguimos) e ver as luzes de natal. 

os papelinhos foram feitos por nós, numa noite de partilha pai-mãe e quero que seja esta também uma nova tradição familiar. foi mesmo giro escrever e desenhar 24 ideias, rimos bastante com os dotes artísticos do pai. 

faltam 9 dias e ele está tão contente. 

nem sempre é assim


isto, isto que vêm aqui é muitooo raro. tão raro que merece uma fotografia.
os dois concentradíssimos a ver desenhos animados, a famosa patrulha pata, algures num fim de semana em que passei demasiado tempo sozinha com eles.
é óptimo tê-los vivaços e faladores,  mas quando estou quase a passar-me, lembro-me que cantava a viagem toda de beja a lisboa, mais de duas horas no antigamente. o que fez com que os meus pais comprassem um rádio caríssimo para o carro, o que apenas fez com que cantasse mais alto - ups!

o francisco está um rabejador ultra-sónico, gatinha, corre, foge, ri-se, desarruma, trepa e põe-se em pé a toda a hora, com o ar de patife mais querido de sempre. um provocador, portanto. é muito estimulado pelo irmão, até já cantam os dois aos despique. bom, não é bem cantar, é mais gritar, B.E.M. A.L.T.O!

por isso, momentos como este são maravilhosos, ainda que durem só a fracção de uma fotografia.  

domingo, 6 de dezembro de 2015

na festa dos três anos realizei um sonho








ao ter dois filhos nascidos no inverno, fiquei preocupada com as festas de anos. eu que sempre sonhei fazer festas de anos no jardim, toalha estendida, bolos lindos, pormenores de 'joaninha' como diz o marido, como é que posso fazer isso com filhos de inverno?

este ano, consegui. os três anos do joão vão ficar para sempre gravados no meu coração como o ano em que consegui fazer uma festa no jardim. no dia 28 de novembro. 28. de. novembro!

quase 20ºC, um sol baixo mas bom, miúdos felizes a correr livres, toalha no chão, bolo com gomas e muita risada. o joão estava na lua, com tanta atenção e dedicação da família e amigos mais próximos. 
só convidou dois colegas da escola, que não puderam vir, vieram duas colegas que o tinha convidado e eram, a bem da verdade, as suas companheiras e mais os primos rapazes e os melhores amigos-família. 'casa' cheia portanto.

uma hora depois da hora marcada ainda ninguém tinha aparecido e estava a ficar 'preocupada' porque o joão perguntava pelos amigos, mas depois toda a gente chegou, eles correram e suaram, riscaram com giz o chão, rebolaram na relva, beberam capri sone, comeram quilos de gomas, riram muito, brigaram um pouco e fomos todos felizes.

obrigada a todos pela vossa amizade.

ps: assim que recebeu a camisola do faísca, vestiu-a logo e toca de ir arranjar as árvores com as ferramentas.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

mal posso esperar pelo que aí vem


créditos : mariana sabido

tirada #4

estamos no carro a ouvir 'uma casa no campo' da capicua e ele diz:
-' mãe, põe o 'vayorquen''.

como é que ele percebeu que era a capicua? não sei... mas fiquei orgulhosa. 

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

3A





+ pesa 16 kg e mede 98 cm;
+ calça 26 e veste roupa 2-3 anos (calças) e 3-4 anos (camisolas);
+ é muito meigo connosco, mas de vez em quando tem ataques de mimo;
+ é enérgico e genericamente alegre;
+ às vezes surpreende-nos com atitudes adultas;
+ gosta de ajudar e é muito preocupado com o irmão;
+ diz obrigada muitas vezes, o que nos deixa cheios de orgulho. às vezes até agradece a comida que tem no prato;
+ é preguiçoso para se vestir sozinho;
+ usa chucha e ó-ó para dormir e quando está cansado;
+ adora a natação e brincar na banheira;
+ gosta de legos, carros da polícia e dinossauros;
+ já consegue ver um filme inteiro;
+ adora o natal;
+ tem uma relação amor-ódio com o lobo mau;
+ gosta de brincadeiras físicas, principalmente com o pai, é vê-los a lutar todos os dias. depois repete isso com a mãe e dá mau resultado;
+ pede muitas vezes para dar 'abaxo-todos', um abraço familiar a quatro, onde não pode faltar ninguém; 

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

11M








+ ainda sem dentes;
+ está um trepador e explorador, não pára quieto;
+ já implica com o irmão para lhe tirar brinquedos e a chucha;
+ come, come, come! quando vê o prato a chegar ao fim começa a ganir;
+ começou a comer segundo prato, só com sólidos e adora comer sozinho, fica mesmo entretido a saborear, sejam brócolos, maçã ou batatas;
+ já toma banho com o irmão e adora;
+ aliás, a casa de banho é uma das divisões favoritas, sempre que nos apanha distraídos foge para lá;
+ ainda mama de vez em quando;
+ vai dormindo a noite toda;
+ deu um pulo grande: aumentou o tamanho da fralda e de repente as calças estão pequenas;
+ o meu peito continua a ser o mimo preferido das suas mãos sapudas, estou cheia de arranhões;
+ está cada vez mais loiro;
+ de vez em quando sai um 'olá'.